and posted in Sem categoria

Infelizmente, a música Taion foi baseada num acontecimento muito triste da história japonesa, num crime terrível.

Vejam a seguir, mas preparem seus estômagos.

Créditos: Blog “Rain Drops From the Sky”

Em novembro de 1988, quatro rapazes seqüestraram Junko Furuta, uma moça que à época cursava o colegial, e a mantiveram em cativeiro por 44 dias na casa dos pais de um deles.

Ela foi forçada a dizer para os próprios pais, por telefone, que estava na casa de um amigo e que estava bem. Foi obrigada a fingir que era namorada do rapaz que morava na casa. Os pais dele perceberam que ela fingia e, várias vezes, ela tentou fugir, pedindo-lhes que a ajudassem, mas eles não chamaram as autoridades porque um dos raptores era um yakuza (máfia japonesa) de baixo nível e ameaçou usar suas conexões para ferir ou matar quem interferisse.

Junko foi espancada, estuprada e forçada a beber a própria urina, entre outras coisas que foi constrangida a fazer. Os rapazes a queimavam com cigarros e isqueiros, uma das vezes como punição por tentar chamar a polícia.

A crueldade foi tanta que, a um certo ponto, os ferimentos da jovem eram tão severos que ela levou mais de uma hora para descer as escadas até o banheiro, segundo um dos garotos.

Quando eles se recusaram a libertá-la, Furuta implorou para os rapazes “[matarem-na] e acabarem com aquilo”.

Em 4 de Janeiro de 1989, usando como pretexto a derrota de um deles em um jogo de mah-jongg, os quatro espancaram a moça, derramaram fluido inflamável em seu corpo e a queimaram. Ela morreu de choque, mais tarde, no mesmo dia.

Os garotos alegaram não saber o quão machucada Junko estava, pensando que ela estivera fingindo. Eles esconderam o corpo em um cilindro de 55 galões cheio de cimento, desfazendo-se dele em Koto, Tóquio.

Os garotos foram presos e tratados como adultos, mas suas identidades foram mantidas secretas pela Lei japonesa sobre crimes cometidos por menores.

—-
Esperamos com isso que fique mais fácil de compreender o significado por trás da letra de Taion escrita por Ruki.

Leave your Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: