and posted in Entrevista, Tradução

Créditos:
Inglês: Guren-void LJ
PT-BR: Mari @ MH

Uma micro entrevista!
( ) explicações da própria revista
[ ] meus comentários


Primeiramente, quais foram suas primeiras impressões quando ouviram a melodia original da nova música BEFORE I DECAY?
RUKI: Já que é um single pesado onde há muita suspensão [?], eu pensei em fazer uma música simples e rápida. Particularmente, fizemos uma música menor com muito significado (risos).
URUHA: Já que não havia nenhum senso de velocidade no novo album, a força pôde ser sentida [nessa nova música].
AOI: Eu também achei que seria legal ter alguma velocidade.
REITA: Honestamente, é legal. Eu queria toca-la num live o mais rápido possível. Nós não pudemos fazer isso na turnê.
KAI: O ritmo do ponto mais alto era original e eu achei bem interessante.

Qual foi a razão de sua decisão de colocar a música no título do single?
RUKI: Por que foi feito com esse intuito, foi esse tipo de condição (risos).
URUHA: A simplicidade e rotina do the GazettE foi o que quisemos fazer e eu acho que essa foi uma razão importante.
AOI: Porque tem vigor, certo?
REITA: Depois do DIM, vamos para músicas com impacto no single e eu achei que foi bom. Me pergunto se você consegue chegar a isso.
KAI: Eu achei que ela tinha uma sensação direta e a escolhemos para o single.

Houve algum problema durante a gravação? Eu pensei que esse talvez fosse um trabalho que vocês fizeram enquanto estavam em turnê, entre tempo e dinheiro, ou pelo lado da apresentação, o lado do arranjo, momentos em que existem dificuldades, por favor nos contem.
RUKI: Antes de tudo, a parte de fazer a música levou muito tempo. Ficou bem paralisado ali. E também, nós quase não fizemos o arranjo a tempo. Com o trabalho terminado até aquele momento, eu não penso nisso desde então.
URUHA: Por que mesmo se trabalhassemos em acumular [?] o som durante a gravação, haviam coisas importantes para percebermos desde o começo. (sorriso amargo)
AOI: MA demorou muito tempo! (MA = masterização, toques finais)
REITA: Fazer o som ficar certo! Foi espacialmente difícil!
KAI: Porque nós fizemos o som principal com um ANBI Mike [algum tipo de equipamento de captação de som], a dificuldade no tocar [a música é muito rápida e eles tocaram durante muito tempo] nos deixou dormentes.

Sobre os ‘truques’ da junção das músicas. Por favor nos digam quais foram suas impressões quando ouviram pela primeira vez. [Ele está perguntando como ficou a sensação de ouvir tds as músicas em seguida no single]
RUKI: Já faz um tempo desde que fizemos um [single] com tal sensação (uma música como se estivesse no limite). E também, eu acho que fizemos uma tensão muito boa nele. Não muito pop, não muito rock, era um ponto importante que o fizéssemos assim.
URUHA: Algo levemente nostálgico. (risos)
AOI: Eu também tive memórias dos velhos tempos.
REITA: Havia uma impressão de ouvi-lo [o single] facilmente. A expressão também era interessante.
KAI: É o oposto comigo, o ritmo, e a melodia também, havia uma sensação de algo novo.

Sobre os ‘truques’, do ponto de vista do trabalho, quais foram as partes mais problemáticas?
RUKI: Bem….na verdade o tempo…mais ou menos. Mas a pessoa do baixo tava se esforçando bastante (risos).
URUHA: BEFORE I DECAY foi assim. No começo a montagem de som foi bem importante.
AOI: Fazer as músicas!
REITA: Pra mim, o arranjo do ponto alto da música foi mais problemático.
KAI: A base de BEFORE I DECAY foi a mesma, mas eu a fiz um jeito um pouco mais duro de tocar a bateria. Isso foi difícil.

Então, já que é outono, se vocês pensarem sobre o outono, que associações vocês fazem? Por favor nos contem memórias relacionadas ao outono se vocês tiverem alguma. Por exemplo, vocês não gostavam porque era um novo período escolar, vocês eram a estrela de um festival de atletismo na realidade, fizeram jornadas até Kyoto para observar as cores do outono…coisas assim (risos).
RUKI: Outono….Bem, eu gosto da ideia de que o inverno virá logo. Quero sair para passeios mais frequentemente.(risos)
URUHA: Se falamos de outono a imagem de cogumelos matsutake grelhados num braseiro de carvão de barro ….
AOI: Sauro pacífico!
REITA: Eu não gostava das lições de casa das férias de verão (risos).
KAI: Meu primeiro live foi no outono~. Ou eu deveria dizer, foi um pouco antes do meu aniversário! (risos)

Nesse outono, há algum visual que vocês queiram se desafiar a fazer?
RUKI: Siim~… Estou pensando em algo mais solto nesse outono. Ainda mais solto.
URUHA: Chapéu de cowboy (risos)
AOI: Estou bem com o jeito que estou agora.
REITA: Estou bem também…
KAI: Falando de estilo, sobre o cabelo, cornrow (durante o Saitama Super Arena um belo corte de cabelo foi mostrado)

A última, na segunda metade desse ano, algo que vocês queiram realizar….
RUKI: Mudar de casa!
URUHA: Quero ser capaz de falar 5 línguas!
AOI: Vou dar meu melhor em diversas coisas
REITA: Trabalhar no meu corpo
KAI: Eu também, quero ficar mais musculoso (risos) Remodelar meu corpo!

Leave your Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: