and posted in Entrevista, Tradução

Créditos:
Inglês: ? (Eu tinha essa entrevista guardada, e acabei não anotando a fonte ):)
PT-BR: Mari @ MH

Espero que se divirtam lendo, pois eu certamente me diverti traduzindo.
Comentários entre [ ] são meus.


Já que hoje é o dia de seu 7º aniversário, eu gostaria de começar com o tema “7 coisas estranhas sobre o the GazettE”. Mas tudo bem se não forem estranhos (risos). Eu só gostaria de conhecê-los de novo.
Uruha: Então, por quê o Kai-kun é o líder?
Kai: Eu sou quem mais quer saber a resposta pra essa pergunta! (risos)
Ruki: É uma pergunta que todos se fazem nesse país.
Aoi: Então vamos apenas dizer que eu sou a melhor resposta
Kai: O mistério será finalmente resolvido?
Aoi: Eu acho que uma das razões é sua virtuosidade
Reita: Com certeza
Kai: Oh? O que isso tem a ver?
Uruha: Virtuosidade, capacidade, habilidade
Kai: Parem! Podem parar logo com isso! (risos)

Então, mudando de assunto, e sobre os shows? Vocês têm alguma superstição, ou algo que vocês sempre fazem antes de um show?
Reita: Primeiro o líder confirma a setlist com os staffs. Aí, por último os outros membros se juntam e falam sobre coisas específicas para fazer durante as músicas ou entre elas.
Uruha: Se nós não fizermos isso, então não conseguiremos ficar animados, certo?
Kai: Apesar de que eu acho que ais do que ninguém, eu quero confirmar as coisas.

Então o que vocês fazem individualmente?
Ruki: Antes de entrar no palco, eu olho para ele e bato palmas duas vezes e depois reverencio. Por educação.
Uruha: Como um lutador de sumo antes de pisar no ringue.
Reita: Eu salpico sal.

(risos) Bem, eu acho que para um artista, o palco é como um ringue.
Ruki: Eu realmente não penso nisso, eu só faço isso. Não é nem que isso me deixa empolgado ou qualquer coisa assim. Eu acho que é como um “Yoroshiku onegaishimasu hoje também”.
Aoi: Acho que é por isso que os shows deles é tão impressionante.
Kai: Então estamos falando da banda de outras pessoas, hein (risos)
Uruha: Sobre o que eu faço…
Ruki: Frisk? Pra mim, não importa quando o Uruha pega o Frisk, eu não me contento até ter um. [Frisk é um tipo de balinha para o hálito]
Uruha: Sério~ Apesar de ser o meu Frisk, por alguma razão todo mundo acaba comendo.
Aoi: Oh, aqueles eram seus? Eu nunca soube. Eles só estavam lá na bandeja, então pensei que tudo bem comê-los.
Uruha: Eles são meus! Eu tenho que comer alguns antes de um show. Quando eu os como, eu acordo.
Ruki: Então você estava cansado antes!
Reita: Também, se eu não alongar meu tendão de Aquiles poderia ser perigoso. Mas eu acho que todo mundo faz algum tipo de aquecimento.
Aoi: Eu pensei sobre isso, mas eu não faço.
Reita: Aoi-san bebe café.
Ruki: Ah, ele bebe mesmo, né?
Reita: Apesar de que ele tá sempre bebendo café (risos). Ah, e aquilo. Aoi-san bate os punhos com todo mundo, como um tipo de “yoroshiku”.
Aoi: Bem, eu acho que fazer isso mostra trabalho de equipe. Mas o Kai-kun está sempre bem na frente quando vamos entrar no palco, então não tive chance de fazer com ele.

Vocês acham que mudaram nesses 7 anos?
Aoi: Mas tem alguém que nós nem conhecemos
Reita: Não diga isso~ (risos)
Uruha: Ele (o bateirista) mudou sim.
Ruki: Um tempo atras eu comecei a assistir nossos CD comment videos, começando antes do Kai-kun se juntar a nós, até os mais recentes. Assistir isso me fez perceber que nós mudamos. Nossas vozes ficaram mais velhas
Reita: E é incrível como nós fazíamos bagunça antes.
Ruki: E aquilo de dizer “Nós somos o the GazettE”. Antes era, “Somos o Ga, Ga, Gazette, Gazette~!” e não falávamos ao mesmo tempo, de propósito. Se nos ouvir hoje em dia, nós dizemos, “(sem energia) nós somos o the GazettE…” , como se estivéssemos de mal-humor.

(risos)
Ruki: Eu assisti aquilo e pensei que nós mudamos. Tipo, ah, nossos narizes estão crescendo~
Todos: Hahahaha…..
Ruki: Nós mudamos por fora, mas não acho que estejamos tão diferentes por dentro.

E sobre as coisas que vocês falam?
Reita: Eu acho que isso foi o que menos mudou (risos)
Ruki: Porque nós ainda nos animamos falando das mesmas coisas!!
Uruha: O que eu acho que mudou quando eu olho para os integrantes é o nosso senso de dinheiro.
Reita: Se você comparar com 7 anos atrás, agora nós podemos viver de música, e o melhor é que vivemos decentemente.
Aoi: É, eu posso comer agora.
Uruha: nós realmente não tínhamos o que comer antes!! Nós estávamos vivendo no limite!

Então seu estilo de vida está num nível mais alto do que antes.
Aoi: Nós finalmente alcançamos a multidão.
Reita: Antes, às vezes nós não tínhamos trabalhos de meio período.
Uruha: Naquela época até Gyudon era um luxo.
Aoi: Mas era encantador de certo modo.
Reita: Vocês se lembram do Aoi-san ter pagado pra gente uma vez? Com Nikuman ou algo assim.
Ruki: Sim sim sim
Aoi: Nikuman é por volta de 100 yen
Reita: Não, naquela época 100 yen era muito.
Uruha: Aoi-san era o que mais trabalhava
Reita: E quando eu estava bebendo suco que tinha comprado com aquele dinheiro escasso, o Ruki vinha e pedia um pouco.
Ruki: Isso não mudou.
Reita: Agora tudo bem. Naquela época era como se eu tivesse que manter aquela garrafa de suco até o dia seguinte.
Ruki: Pra mim, eu usaria a quantia que custou aquele suco para comprar um bento, e aí pegar suco de outra pessoa.
Aoi: Se está falando de coisas que pega dos outros, são cigarros.
Uruha: Meus cigarros acabavam 3 vezes mais rápido.
Ruki: É, eu pedia muito cigarro.
Uruha: Se eu deixasse um pacote no painel da van de equipamentos, do nada o lacre estaria rompido.
Reita: Era sua culpa por deixar ele lá (risos)

Então, sua vida de pobre mudou, e vocês começaram a morar sozinhos, hein. Apesar de que o Aoi-kun já estava morando sozinho quando veio para Tokyo.
Reita: É, no começo éramos uma família.
Ruki: Eu não era um ginasial sem teto, mas um visual kei teto
Uruha: Isso é terrível!

Você alternava na casa de quem ficava?
Aoi: Ruki era horrível~
Uruha: Naquela época nós não éramos uma banda realmente. Não podíamos comprar equipamento, ou guitarras. Não podíamos ser exigentes com o som. E deu muito trabalho só para comprar um QY [equipamento de gravação com uma maquina de ritmo e um sequenciador. É basicamente um mini gravador com microfone lol].
Reita: E ele não era seu? (risos)
Ruki: Aquilo era muito útil, também. Enquanto a gente usava, eu pensava “wow, um QY pode fazer tudo isso!”.

Então suas músicas mais antigas foram feitas desse jeito.
Aoi: Até uns 5 anos atrás, sim.
Uruha: Já que era pequeno, podia fazer músicas enquanto eu dormia segurando ele.
Ruki: Era um QY até “Gama”, certo? Mas na Cockroach nós alcançamos o limite dele (risos). Acho que foi nessa época que compramos computadores. Ah sim, e no começo eu lembro de ter colocado músicas nele nas boxes do karaokê. [Ele quis dizer que eles alugavam um box no karaoke e cantavam lá para gravar no QY. Provavelmente porque não tinham dinheiro pra estúdios?]
Reita: Ah, “Haru ni chirikeri, mi wa kareru de gozaimasu”, certo? Nós não gravamos essa para nossa primeira entrevista?
Uruha: é, é. Eles falaram que não iam fazer se nós não tivéssemos músicas para colocar, então para gente ir colocar algumas [?]. Nós levamos um MTR (Multi-track recorder) grande assim (afasta bem as mãos) para a box do karaokê (risos)
Reita: E no karaokê o preço era determinado pelo numero de pessoas, né. Então o Ruki e o Uruha foram, enquanto eu e o Aoi andávamos por Shibuya. E nos perguntaram “vocês querem testar essa nova lâmina de barbear?” (risos)
Kai: O que eu estava fazendo nessa época? Eu acho que estava lá na época de “Haru Chiri”
Reita: Eh, você tava lá?
Uruha: Eu não acho que vocês estava?
Ruki: Será que foi porque nós não te incluímos?
Reita: Wahaha! Provavelmente porque nós morávamos perto uns dos outros, então fomos juntos.
Uruha: Mas não era como se você estivesse cantando enquanto a música estava saindo dos auto-falantes. Eu estava segurando o MTR e o Ruki fazendo o melhor para cantar usando fones, então você podia me ouvir rindo.
Ruki: Eu realmente odiava aquilo.
Uruha: (risos) Eu tava tipo, “não se importe comigo”
Ruki: Naquela época, teve um tempo que eu não gostava de cantar na frente das pessoas, então nós não tínhamos músicas.
Uruha: Era muito divertido porque você cantava tudo dizendo apenas “La”….
Ruki: Essa não é a primeira vez que falamos disso?
Reita: É verdade!!

Parece que ainda tem muitas coisas que vocês ainda não se lembraram. Por exemplo, seu jeito de se vestir mudou.
Uruha: Aoi-san dirigia usando botas plataforma, né?
Reita: Naquela época todos nós usávamos.
Kai: Eu não usava. Eu ia descalço.
Uruha: Você não tinha sapatos que pareciam hamburguers? Porque eu tinha uma fã me apontando as coisas, também. Eu fui para Rokumeikan de calças curtas e tennis sem meias. E me falaram “Uruha-san, isso não vai dar certo”, mas eu não entendia o que tinha de errado com aquilo (risos)
Ruki: Mas o Reita usava camisas “aloha” com uma toalha em volta do pescoço. Você era igualzinho com um cara que morava na praia.
Reita: Eu era tão legal naquela época~ (risos)
Uruha: Não importava o que as pessoas pensavam.
Ruki: Você se lembra de quando me encontrou pela primeira vez?
Reita: Lembro. Nós estávamos em bandas diferentes, e nós tinhamos cabelo rosa. E ficamos muito animados comentando o que tinhamos usado para tingir. Então decidimos ir para casa juntos, mas aí o Ruki começou a falar com alguém enquanto esperava pra entrar no palco.
Ruki: Wahaha!
Uruha: Isso foi a Seventh Avenue, certo?
Ruki&Reita: Foi a DIMENSION
Uruha: Não, foi a Seventh com certeza!
Reita: foi a DIMENSION com certeza!

Sua memórias não batem (risos)
Ruki: E eu te mandei uma mensagem quando pintei meu cabelo de loiro, não mandei?
Reita: É, é. Ruki pintou o cabelo de loiro antes, e eu também queria loiro, mas antes de tirar o rosa me lembro de ter te mandado uma mensagem perguntando o que você tinha usado para tirar o rosa.

Como um ginasial (risos)
Ruki: Eu pintei o cabelo do Uruha, também.
Uruha: Aquilo foi divertido
Ruki: Já que não tinhamos dinheiro pra ir num cabelereiro. Aoi-san tinha cabelo loiro e usava suéteres Cowichan. Aquele vermelho com uma rena.
Aoi: Cala a boca! Era Jeans Mate (risos)
Ruki: E depois disso um longo casaco peludo.
Uruha: que tinha buracos
Aoi: ………
Ruki: Ah, daí mudou para um casaco cinza peludo. Aquele era impressionante também.
Aoi: ……Eu acho que não gosto de falar do passado.
Kai: Talvez devêssemos voltar para o presente (risos)

Vocês alguma vez viram um dos membros fazendo algo muito esquisito? Por exemplo num hotel quando vocês tavam em turnê, ou algo assim.
Kai: O mais estranho deve ser o Ruki. Mesmos se nossos quartos fossem separados, eu sempre encontrava os outros membros nos corredores, mas honestamente, nunca encontrava o Ruki.
Aoi: Eu o vi uma vez!! Ele tava com um chapéu de malha, e usando uma mascara facial, também usava um roupão de banho do hotel e chinelos. E eu pensei “isso nunca aconteceu!”
Ruki: Não, eu só queria ir comprar um pouco de suco. E não queria ser visto por ninguém….
Uruha: Não seria pior ser visto daquele jeito?
Ruki: Eu nunca soube q o Aoi-san tinha me visto (risos)

E outras coisas estranhas que vocês fazem no dia-a-dia?
Reita: Tem algo que me faz pensar “sou só eu?”. Quando eu saio do banho, eu seco o corpo todo com um secador de cabelo.
Ruki: Ehhh?
Reita: Mas eu me seco um pouco antes. Daí eu me sinto MUITO bem me secando totalmente com um secador de cabelo. O pijama entra mais fácil também, então você deveria tentar isso hoje.
Uruha: Mais ou menos isso, eu me seco antes de sair do banho. Eu tiro a água de mim com as mãos, daí torço o cabelo.
Aoi: Eu não faria isso.

Mais alguma coisa?
Kai: Quando eu estou andando na rua, eu sempre gosto de andar nas partes mais estreitas. Eu andaria de propósito entre uma parede e uma cabine telefônica, ou iria para o canto do elevador.
Uruha: Eu sempre ando em volta, para não parecer uma pessoa suspeita.
Reita: Isso é ser suspeito.
Uruha: Não, não (risos). Por exemplo, se você está andando de noite, e tem uma garota andando na sua frente e você está andando atrás dela na mesma velocidade, ela não pensaria que você é estranho?
Aoi&Reita: Eu te entendo totalmente!
Uruha: Mas do mesmo jeito, se tem um velho suspeito andando atrás de mim, eu começo a pensar “e se esse cara….”

Tem alguma coisa estranha que vocês fazem quando comem, ou coisas estranhas que vocês comem?
Ruki: tem uma coisa que eu sempre faço…. sabe aquela bala chamada Happy Tan?
Uruha: Não me diga, você lambe ela?
Ruki: É. Eu não fico satisfeito até lamber até a metade e então comer.
Uruha: Esse cara ama sabores.
Ruki: Eu também só como a parte de chocolate do pocky.
Uruha: Eu entendo! Eu também como primeiro as partes de chocolate do Kinoko no Yama. Mas não funciona com o Takenoko no Sato.
Ruki: Eu não sinto o mesmo por esse (risos). Eu também como o creme de um bolinho de creme primeiro.
Aoi: Então você quer fazer com que ele fique duas vezes melhor.
Reita: Isso é pensar como uma pessoa pobre.
Aoi: Definitivamente como uma pessoa pobre

Então tem algo sobre the GazettE que acabou de alcançar seus 7 anos que vocês nunca querem que mude?
Ruki: O nosso modo de pensar, eu acho. Nossa atitude para com a banda não vai mudar. De que nós podemos ser descuidados, estranhos, ou sérios não vai mudar. De um jeito bom, nós não temos senso nenhum de sermos profissionais. Isso não mudou desde antes.

Quais são os pontos bons dos outros membros que vocês não querem que mude?
Aoi: Eu acho bom que o Ruki-kun consiga falar bem.
Reita: Isso é verdade~
Kai: Que você não consegue odiá-lo??
Ruki: Eu nunca fiz nada pra ser odiado por você
Kai: Mesmo se ele faz algo errado é como “bem, é o Ruki, então acho que tudo bem!”
Ruki: Como se eu pulasse alguma música em um show?
Aoi: Isso nós não iríamos perdoar.

E algum ótimo ponto do Kai-kun que vocês não querem que mude?
Ruki: Se ele continuar esquecendo as coisas como sempre.
Kai: Eu não tenho feito isso recentemente.
Reita: Que ele não é muito preparado?
Aoi: Eu acho que é ótimo que ele dê o melhor para saber as opiniões de todo mundo. …… Eu não tenho certeza se ele fica sabendo de todas ou não, mas ele está se esforçando em ser o líder.
Ruki: Da primeira vez que eu pensei “ele está fazendo algo que um líder faria~” foi um e-mail que ele mandou recentemente. Ele mandou uma mensagem para todos que estavam conectados dizendo que o encontro para seleção das músicas tinha sido adiado. E foi uma mensagem longa pela primeira vez. (ele falou “long” em ingles)
Aoi: Diga “mensagem longa” (em japonês)
Uruha: Não foi a primeira vez que ele fez algo independentemente?
Aoi: Mas eu não tenho o número dele salvo no meu celular, então eu não sabia de quem era. [Depois de 7 anos ele não tem o número do Kai salvo? lol]
Kai: O–i! Salva logo! (risos)

E sobre o Uruha-kun?
Kai: Ele vai no próprio ritmo.
Aoi: Ele deve ser o que menos mudou. Eu acho que é porque ele não vacila em relação ao que ele era.
Uruha: …..É embaraçoso ser o centro das atenções!
Kai: O tímido Uruha-kun.
Uruha: …….É só isso?
Kai: Você realmente não muda (risos)
Reita: Mas tem coisas com as quais ele fica agitado. No passado, um roadie sofreu um acidente, e eu fui atingido no pescoço e na cabeça. Fui levado pra um hospital em Saitama, e o Uruha ligou para os meus pais em Kanagawa, e depois eles me contaram que ele se ofereceu para ir busca-los. Isso meio que me fez ficar com os olhos cheios de lágrimas. [Foi daquela vez que o motorista cochilou ao volante e a van bateu no Guardrail, fazendo com que um dos amps caísse no pescoço do Reita]
Uruha: Apesar de que se eles tivessem dito “por favor, venha”, eu não sei o que teria feito.
Reita: Hey! (risos) Não seria melhor não dizer isso agora?
Uruha: Ah, hm, é!
Reita: bem, no fim meus pais vieram sozinhos.
Ruki: Então, qual era o ponto?!
Reita: Mas, bem, o pensamento me deixou feliz.
Aoi: Agora vamos passar ao que não mudou sobre mim.
Reita: Eu sou o último? Eu vou ser como “raspa da mandioca” [ele usa uma expressão que é algo como isso, mas ficaria sem sentido traduzida]
Ruki: Aoi-san tinha uma imagem mais altiva antes
Uruha: Mas ele não é o mais humano?
Reita: Aoi-san vai nos convidar pra sair até hoje. A um tempo atrás ele…. O que foi mesmo?
Uruha: O que foi o que?
Reita: Você sabe, vocês não deveriam esquecer o que as pessoas fizeram por vocês.
Kai: Então você diz o que foi.
Reita: Eh?
Ruki: Ele nos convidou para o Royal Host.
Reita: ele sempre nos pagou nikuman.
Ruki: Quantas vezes você vai falar de nikuman?
Reita: (risos) Essa generosidade é bem máscula
Ruki: Inesperadamente, ele vai fazer qualquer coisa por você se você pedir.
Aoi: Apesar de que ninguém pede.
Ruki: Mas se você pedir, ele vai fazer com certeza, sem ressentimentos.

Isso é muito legal~
Uruha: Agora, você realmente não pode mais recusar!
Aoi: (risos) Mas se alguém pedir, eu quero realmente dizer honestamente “tudo bem”.
Kai: Então você não pode ser sincero (risos)
Ruki: Ele definitivamente vai dizer “Eu acho que não tenho muita escolha”, e aí fazer pra você.

Apesar de que isso não é ruim, é?
Ruki: Façam o meu de novo. Tudo que vocês falaram foi que eu falo.
Kai: Nós dissemos que você é brincalhão (risos)

Ok, vamos falar do Reita-kun, e depois do Ruki.
Reita: Oh, então você decidiu ser a bunda da piada por si mesmo?
Kai: É bem a cara do Reita pensar na piada, porque ele é divertido.
Uruha: Eu só consigo pensar em coisas que eu quero pedir pra ele fazer.
Ruki: Eu acho que ele é bem calmo?
Uruha: Se nós fôssemos por “ROOKIES”, ele seria o Okada [é um dorama]
Reita: Quem é Okada? Você acha que tudo bem dizer se eu não sei quem é?

(risos) Então o Reita-kun acalma a atmosfera.
Aoi: Não. Quando ele não ta a fim, ele não faz nada. Eu acho que fazer a atmosfera circular é o maior trabalho dele. Não seria exagero dizer que ele é pago pra isso. E tem vezes que ele negligencia esse afazer. Eu não gosto desse Reita.
Reita: Vou me esforçar~
Aoi: Mas antes dos shows, ele é o que mais se esforça para deixar todo mundo animado.
Uruha: A rede de informações dele é impressionante.
Reita: Diga “information network”. [corrigindo a linguagem uns dos outros de novo]

Mas Uruha-kun também sempre tenta deixar os outros felizes, certo?
Uruha: Não, não é bem assim….
Reita: Ele deixa a gente feliz com a burrice natural dele
Aoi: Mas você é bem-informado.
Uruha: Sobre coisas como artes marciais e atletas de outros esportes.

Você tá ficando sem graça?
Reita: ………..
Uruha: Eh, você tá sem graça??
Reita: ……….. (cora)

Então por ultimo, Ruki-kun.
Ruki: Eh, eu tava brincando antes.
Aoi: Ruki-kun afinal tem a habilidade de trazer cor ao the GazettE. …….Nós estamos falando sério, né?

Nós estivemos sérios todo esse tempo (risos)
Aoi: Porque o vocalista é a cara da banda
Uruha: Ruki-kun é atencioso com os amigos.
Aoi: A conversa tá totalmente diferente de antes!
Ruki: Ah, eu na verdade tenho mesmo muitos amigos.
Aoi: Mas você não é atencioso com eles de jeito nenhum!
Ruki: Isso não é verdade (risos)
Aoi: Não importa quando o Ruki diga pra mim “Vamos sair pra comprar roupas”, eu sempre digo “É, vamos”, mas se eu convido ele, ele nunca vai.
Ruki: (risos) Isso é só uma característica de pessoas de sangue B. Se eu não estou interessado em algo, então não estou interessado. E eu não vou convidar pessoas. Quando eu fui com o Reita foi uma chance de fazer minhas próprias compras, então eu fui.
Reita: Eu mandei mensagem dizendo, “você quer ir fazer compras?”, mas ele não respondeu. Daí ele me ligou e foi algo como “venha me buscar”
Uruha: Isso não é nem um pouco uma boa conversa!
Aoi: …….Ele é um cara legal
Kai: Ele ficou sério (risos)

Leave your Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: